Mercado de frango e suínos em alta, enquanto boi ainda apresenta baixo volume de negócios 15/02/2017

Boi Gordo: Negócios acontecem de forma lenta


Os negócios acontecem de forma lenta no mercado do boi gordo. 

De um lado, os frigoríficos não possuem interesse em alongar as escalas na tentativa de manter os estoques de carne bovina enxutos, já que o consumo não apresenta melhora e essa é uma das estratégias para limitação da queda dos preços.

De outro, principalmente nas regiões onde as pastagens estão em melhores condições, o pecuarista reluta em entregar o animal terminado diante das tentativas de compra em valores menores, o que limita a oferta.

Em São Paulo, as tentativas de compra até R$ 2,00/@ abaixo da referência são cada vez mais comuns. 

No estado, a arroba do macho terminado está cotada em R$ 146,00, à vista, queda de 0,7% desde o início do mês e para os próximos dias não são descartados recuos.

No mercado atacadista de carne com osso os preços ficaram estáveis. O boi casado de animais castrados está cotado em R$ 9,41/kg. 

A entrada da segunda quinzena do mês, quando normalmente a população apresenta menor poder de compra, pode resultar em desvalorizações em curto prazo.

 

Frango vivo: Cotações fecham em alta nesta 3ª feira

As cotações do frango vivo apresentaram nova alta nesta terça (14). São Paulo e Minas Gerais registraram valorização de R$ 0,05 com maior procura por animais nesta semana.

No mercado paulista o produtor recebe em média R$ 2,65 por quilo de animal vivo. Já em Minas Gerais a cotação é de R$ 2,90/kg, apresentando alta desde o final da semana passada.

Após enfrentar um longo período de baixas, em reflexo ao crescimento no alojamento de pintos em dezembro - cerca de 10% superior - o mercado parece começar um processo de ajuste dos estoques.

Segundo levantamento de preço, em Campinas (SP) é possível adquirir 4,29/kg de milho na comercialização de um quilo de ave viva. Esse percentual representa crescimento de 4% na semana e 22,9% na comparação anual.

Exportações

As exportações de carne de frango 'in natura' totalizaram 137,7 mil toneladas nos oito primeiros dias úteis de fevereiro, segundo dados divulgados pelo Ministério da Indústria, Comércio Exterior e Serviços nesta segunda (13).

Os embarques representam um avanço de 13% em relação ao mesmo período do ano passado, e 16,4% na comparação com o mês anterior.

Suíno vivo: Novas altas no mercado independente

A cotação do suíno vivo no mercado independente de Minas Gerais registrou nova alta nesta semana. Conforme relatou o Mercominas, a comercialização do quilo do animal vivo está em R$ 5,30, um avanço de R$ 0,10 em relação ao último fechamento.

Em São Paulo o preço superou os R$ 100/@. Durante evento de comemoração aos 50 anos da APCS (Associação Paulista dos Criadores de Suínos) o presidente da entidade, Valdomiro Ferreira, ressaltou que no período de 30 dias houve recuperação de R$ 30 na comercialização da arroba, "uma alta jamais vista em tão curto espaço de tempo", diz.

Para entrega na segunda (14) foram comercializados 600 suínos, na cidade de Holambra, a R$ 102/@, equivalente a R$ 5,44/kg na condição bolsa.

Para o presidente da Associação Catarinense de Criadores de Suínos (ACCS), Losivanio Luiz de Lorenzi, “a procura por suínos está alta no mercado. Os poucos animais disponíveis para abate estão leves. O cenário é promissor para o suinocultor, pois as exportações estão em um bom ritmo e o houve também reação no mercado interno”.

“O excelente desempenho dos embarques vem equilibrando a oferta interna de produtos neste início de ano, diminuindo os efeitos causados pela usual queda de consumo interno de proteínas no primeiro bimestre”, destaca o Francisco Turra, presidente-executivo da ABPA (Associação Brasileira de Proteína Animal).

Exportações

Segundo dados do Ministério da Indústria, Comércio Exterior e Serviços, o país embarcou 22,3 mil toneladas de carne suína in natura na primeira semana de fevereiro (três dias úteis). O volume médio destinado ao exterior é 20,9% maior neste mês do que em 2016. No acumulado do ano, os embarques totalizam 76,8 mil toneladas.

Fonte: Notícias Agrícolas
Ouvidoria: 0800-724-3080 | Telefone: (18) 3311-0800 | Fax: (18) 3311-0815 | Rua Claudionor Sandoval, 741 - Jd. Paulista - Pres. Prudente-SP
COPYRIGHT © 2012 - Cross Investimentos - Consultoria Empresarial - Todos os direitos reservados - Desenvolvido por: Luz Própria - Criação de Sites