Escritório americano estuda abrir ação coletiva contra JBS 17/03/2017

 Por Paula Selmi | Valor

 
SÃO PAULO  -  O escritório americano de advocacia Rosen Law Firm, especializado em disputas envolvendo direitos societários, estuda abrir uma ação coletiva contra a JBS em nome de acionistas que estão sofrendo prejuízos com a queda nas ações da companhia nesta sexta-feira, em decorrência da Operação Carne Fraca.
 
Os acionistas alegam que a empresa teria emitido comunicados falsos e omitido informações importantes aos investidores.
 
Na manhã de hoje, a Polícia Federal (PF) deflagrou a "Carne Fraca", que investiga um esquema de liberação irregular de licenças para os frigoríficos, que envolve fiscais do Ministério da Agricultura e executivos da BRF, JBS e outras empresas do setor. São cumpridos 309 mandados judiciais em sete Estados e no Distrito Federal, sendo 26 mandados de prisão preventiva, 11 de temporárias. Também há 79 conduções coercitivas.
 
Com as notícias, as ações da JBS chegaram a cair 11% e entraram em leilão.
Fonte: Valor
Ouvidoria: 0800-724-3080 | Telefone: (18) 3311-0800 | Fax: (18) 3311-0815 | Rua Claudionor Sandoval, 741 - Jd. Paulista - Pres. Prudente-SP
COPYRIGHT © 2012 - Cross Investimentos - Consultoria Empresarial - Todos os direitos reservados - Desenvolvido por: Luz Própria - Criação de Sites