Prisões apressam mudanças na JBS 14/09/2017

Por Fernando Lopes, André Guilherme Vieira, Alessandra Saraiva e Juliana Schincariol | De São Paulo e do Rio
 
A família Batista, conselheiros e executivos da JBS devem indicar rapidamente um sucessor para o CEO Wesley Batista, preso ontem preventivamente pela Polícia Federal, acusado de usar informações privilegiadas em transações com ações e dólar. Também foi decretada a prisão preventiva de Joesley Batista, que já está detido temporariamente, por ordem do Supremo Tribunal Federal, na sede da PF, em Brasília, acusado de omitir informações em sua delação premiada.
 
Sob forte pressão do BNDES, que tem 21,3% da JBS e pede o afastamento da família controladora e a profissionalização total da empresa, Wesley já mostrava preferência por ser substituído, se fosse obrigado a deixar o cargo, por Gilberto Tomazoni, diretor global de operações da JBS. Assim, as prisões abriram caminho para apressar as mudanças.
 
Um dos donos da holding J&F, CEO e integrante dos conselhos executivo e de administração da companhia, Wesley tem liderado a expansão da JBS desde 2011 com mão de ferro. Mas tem ao seu redor executivos de confiança que assumiram as rédeas do grupo até que a situação do comandante preso ficasse mais clara. Além de Tomazoni, ex-presidente da Sadia, compõem o grupo o ex-presidente da P&G André Nogueira, que lidera as operações da JBS USA, e Gilberto Xandó, ainda presidente da Vigor, vendida pela J&F à mexicana Lala, e eleito para ocupar a vaga de Joesley no conselho de administração.
 
Para o BNDES, o melhor para a companhia seria iniciar uma "renovação de seus quadros estatutários, inclusive com a abertura de um processo seletivo para a escolha de um novo CEO em caráter definitivo", conforme nota divulgada ontem.
 
Segundo analistas, o afastamento da família poderá ser positivo para a JBS no longo prazo. "Se algum dos atuais executivos assumir como CEO, poderá ser menos traumático", disse uma fonte. Essa perspectiva colaborou para alta de 2,35% das ações da empresa na bolsa ontem.
Fonte: Valor Econômico
Ouvidoria: 0800-724-3080 | Telefone: (18) 3311-0800 | Fax: (18) 3311-0815 | Rua Claudionor Sandoval, 741 - Jd. Paulista - Pres. Prudente-SP
COPYRIGHT © 2012 - Cross Investimentos - Consultoria Empresarial - Todos os direitos reservados - Desenvolvido por: Luz Própria - Criação de Sites